Acessar versão desktop

MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Facebook: sete perguntas (pouco) frequentes

Instagram

21 / 05/ 2015: 

 By Marcela Brown

Print

Quem me conhece sabe que eu sempre disse que nunca teria um perfil no face. Mas, no rumo dos acontecimentos, fui persuadida por mim mesma a me enredar nas teias dessa estranha rede social. Como novata, tenho algumas dúvidas e listo-as aqui, certa de que serei auxiliada ao menos em alguma medida. 

 

1 – Se eu precisar de grana ou furar o pneu do carro eu posso chamar um amigo do face para me ajudar sem qualquer tipo de ônus ou juros alto?

 

2 – Se um amigo do face precisar de grana ou furar o pneu do carro eu posso não querer ajudar, caso isso não resulte em vantagem devida à minha pessoa?

 

3 – O Facebook tem perfil do Facebook? Em caso afirmativo, tudo bem se eu não curtir o Facebook? Tipo, porque eu não gosto do Facebook, então eu não curtiria ter

que curtir ele caso ele tivesse um perfil ou uma Fanpage. Neste caso, seria considerado mera desfaçatez enquanto usuária ou acidental desvio contraditório de conduta?

 

4 – Se eu posso curtir um comentário, eu também posso curtir a curtida do comentário? Na mesma linha de raciocínio lógico, seria igualmente possível curtir a curtida da curtida da curtida, assim, infinitamente?

 

5 – Se eu posso responder um comentário, eu também posso responder à resposta respondida no comentário e assim infinitamente, como na questão acima? Um lance meio socrático, do tipo: só sei que nada sei e vai respondendo até o infinito?

 

6 – Se eu curto, tu curtes, ele curte, nós curtimos, vocês curtem e eles curtem, seria relevante afirmar que no Facebook todo mundo é curtido? Tipo ovo curtido?

 

7 – Se eu curtir um post triste no face significa que eu curto coisas tristes, significa que eu curto curtir coisas tristes ou, ainda, significa que eu curto curtir coisas tristes como forma de expressar que aquela coisa triste curtida me tocou, mas que o fato de eu ter curtido o post triste não implica em eu necessariamente ter curtido a tristeza intrínseca, tampouco o post em si? Confere, produção?

 

Gente, por enquanto é isso, estou tentando sobreviver no habitat cibernético, mas é tudo ainda muito novo para mim, espero que compreendam.

 

 

Imagem Freepik/Reprodução



SEJA NOSSA AMIGA!

FAÇA O CADASTRO NA TUA REVISTA DIGITAL FAVORITA E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES E SORTEIOS!


Instagram

Comentários

0

Comente

Você vai gostar também:

  • A gente não tem cara de panacaA gente não tem cara de panaca   Por alguma razão obscura, ou melhor, por várias razões obscuras, já tem um tempo que me tornei um ser apolítico. Cansei de argumentar e, principalmente, […]
  • E aí, como vai a sua rede social? Papo de botequim. Duas jovens mulheres conversavam despreocupada e compulsivamente em um boteco. Na sexta caneca de chope, ambas tropeçam em um assunto sobre o qual evitam falar, já […]
  • Uma sociedade (quase) perfeitaUma sociedade (quase) perfeita *** Diretamente do túnel do tempo para o Dia das Mães 2016 *** Contraí uma sociedade indissolúvel. Confesso que as tratativas da negociação são um tanto díspares, mas […]

topo

NÃO, OBRIGADO.