Acessar versão desktop

MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Bolo de cenoura feito na frigideira e sem culpa? Como?

31 / 07/ 2015

 By Kelly Velasques

Formiguinhas de plantão, vocês sabem que o final de semana está chegando e sempre bate aquela vontade louca de se teletransportar pra dentro da fantástica fábrica de chocolate, não é mesmo? Então a minha missão de hoje é ajudar vocês a realizarem aquele desejo de comer doce sem morrer de culpa depois. A receita do badalo que eu vou dividir com vocês, além de ficar uma delícia daqui ó, ainda pode ser degustada lindamente e sem medo da balança . ♥️

bolo de cenoura de frigideira 01

Bora lá conferir a receita do bolo de cenoura feito na frigideira com cobertura e tudo, minha gente!

 

INGREDIENTES DA MASSA
• 3 claras de ovos
• 4 colheres de cenoura ralada
• 2 colheres de sopa de farelo de aveia
• 1 colher de goma de tapioca (opcional para quem gosta de bolo mais borrachudinho)
• Adoçante a gosto

 

MODO DE PREPARO DA MASSA

• Bata todos os ingredientes no liquidificador.

• Coloque a massa em uma frigideira de fazer omelete e cozinhe em fogo baixo, com a tampa, até ficar com um aspecto mais firme (a parte da tampa é importante, tá gente!). Em seguida, vire a massa e deixe cozinhar do outro lado, como se você estivesse fazendo uma panqueca. Sim, meninas, a massa do bolo vai ficar bem fininha.

• Transfira a massa para um prato de bolo, corte em 4 ou 5 pedaços e reserve.

 

COBERTURA

• 2 colheres de sopa de leite em pó
• 2 colheres de cacau
• Água
• Adoçante a gosto

 

MODO DE PREPARO DA COBERTURA

• Misture o leite em pó e o cacau e vá adicionando água aos poucos até obter uma textura cremosa e não muito líquida. Adoce a gosto e esqueça o fogão, pois essa misturinha esperta não vai ao fogo.

• Finalize montando o seu bolo em 4 camadas que devem ser intercaladas entre massinha e cobertura.

 

RENDIMENTO

• 1 porção para comer chorando no cantinho

 

E está pronto seu bolo fit de cenoura com cobertura de chocolate pra comer sem culpa! Espero que gostem, eu fiz e amei! ♥️

 

Beijos marombets e até a próximo post.

 

que_sacanagem1


Foto: Reprodução/Pinterest

Como assim, treinar grávida?

26 / 06/ 2015

 By Kelly Velasques

Olá queridas marombet’s, lacer’s, simpatizantes e afins! Agora o assunto é exercícios durante a gravidez!

 

Antes de começar esse novo post, uma advertência importante: o acompanhamento médico durante toda a gravidez é fundamental e sempre consulte seu doctor antes de sair por aí seguindo as minhas dicas, certo? Quero propor aqui algo que seja saudável para seu bebê, mas orientação profissional sempre deve falar mais alto, combinado? Claro que os tempos são outros, os antigos costumavam “poupar” a mulher grávida, hoje sabemos que gravidez não é doença e que, dentro do bom senso e dos parâmetros de saúde estipulados pelo doc, quase tudo é possível durante a gestação fora de risco. 

 

No meu caso, tudo aconteceu antes de eu descobrir a minha gravidez (estava de três meses sem desconfiar de nada)… eu continuava treinando feito louca e as pessoas até hoje me perguntam como isso não afetou o bebê. Eu respondo para vocês: quando uma pessoa já está acostumada a fazer esforço e atividades físicas por muito tempo e acaba engravidando de repente, o corpo cria uma certa resistência a isso e com isso faz com que não afete o bebê.

 

Falando português: o seu organismo está forte o suficiente e acostumado àquela rotina, então se estiver tudo bem, não tem como prejudicar o bebê. Óbvio que o mais indicado é você eliminar atividades muito “brutas”, caso seu treino seja mais avançado, mas você pode, sim, continuar se exercitando normalmente, pegando mais leve, afinal de contas, você está ligeiramente grávida. 

 

ALERTA: Mulheres que não fazem atividades físicas, por favor, não pensem que agora é a hora de treinar ou correr atrás da máquina, a época de iniciar alguma atividade física para emagrecer ou mudar seu corpo era antes da gravidez, tudo citado acima é em especial para quem já praticava atividade física antes de engravidar. 

 

Voltando: eu não continuei treinando na academia, porque meu pai me fez prometer que eu não iria treinar, ponto. Enfim, acabei deixando a academia de lado e isso me deixou tão triste e tão deprê que eu não me aguentei e fiquei fazendo uma serie de exercícios em casa mesmo, até series de abdominais eu fazia enquanto podia, masoquê??? Sim, por incrível que pareça fazer abdominais durante o início da gestação é muito importante, ajuda a fortalecer a parede muscular, auxiliando na recuperação pós-parto e não prejudica nadinha o bebê (leia-se consulte seu médico e somente pessoas que já estavam habituadas).

treinando na gravidez 1

(Lea Ann-Elisson – Fisiculturista norte-americana)

 

No início na gravidez tudo é mais fácil e, com o tempo, a barriga vai pesando e dificulta um pouco. Lembro que no oitavo mês de gestação a única série de abdominais que eu conseguia fazer era a ponte isométrica e logo depois eu parei de fazer tudo por que realmente não dava mais. O importante é você se sentir bem, superconfortável, não forçar nada. Não insista e caso você se sinta mal, pare. Simples assim. Respeite o limite do seu corpo e cuide do bebê que você carrega, ele é muito mais importante do que seu treino, que pode ficar para depois. 

treinando na gravidez

Espero que eu tenha ajudado muitas mamães fitness e vaidosas por aí, passando um pouquinho da minha experiência e doideiras que eu aprontei na minha gestação. Tudo valeu muito a pena e, claro, sempre com responsabilidade. Lembrem-se que manter uma alimentação saudável nessa fase é extremamente importante tanto para recuperação do corpo e o seu bebê vai agradecer pela nutrição que oferece a ele (ou a ela!). 

 

Ah, e esse é o meu bebê proteína, Dudu, que comeu muito ovo enquanto estava na barriga!!

dudu

 

Por hoje é só meninas, bye !

tumblr_inline_nqekftV29d1qc22fu_500

Dia do lixo pode ajudar a emagrecer

14 / 06/ 2015

 By Kelly Velasques

dia do lixo

What? É isso mesmo minha gente, dia do lixo, mas calma aí. Não comecem a comer um monte de porcaria por aí antes que eu explique algumas coisinhas…

tumblr_inline_ngjahpFX9r1t6fuoo

Isso não serve para pessoas acima do peso, na verdade o ideal para pessoas que estão com percentual de gordura muito alto é seguir uma dieta restrita (orientada por nutricionista). Mesmo que seja apenas por um certo tempo, por exemplo, umas oito semanas, isso já auxiliaria a pessoa a perder bastante massa gorda. Depois desse período, aí sim, está valendo modificar a dieta e se presentear com pequenos “luxos”, mas sem exageros, ok? E que fique claro: evite fazer o dia do lixo até que você atinja o resultado desejado.

 

Mas lá vamos nós, afinal, você pode estar aí se perguntando: o que raios é esse dia do lixo? O fato é que dietas restritas eternas não são ideais, principalmente no que se refere à sua saúde. É preciso alternar dietas, até pelo costume que o corpo acaba fazendo daquele dado ritual de alimentos, adaptando-se àquilo e às vezes não sendo tão eficaz quanto parece. Até porque se você já cortou tudo que poderia cortar na sua dieta, o que mais você pode cortar para o seu corpo eliminar gorduras? Nada, porque você simplesmente não tem mais o que cortar. Eis que, finalmente, entra o bendito dia do lixo!

tumblr_inline_ngjh5rT4YH1t6fuoo

Não entendeu? Explico.

 

O ideal é que o dia do lixo seja feito de 15 em 15 dias ou até mesmo de 7 em 7 (repito: válido para quem não está no nível alto de BF (Body Fat). O dia do lixo seria, então, um dia destinado à liberar em uma refeição (atenção: apenas uma refeição mesmo, tá gata?) tudo aquilo que a sua dieta alimentar acompanhada por nutricionista não inclui. Ou seja, fast food, friturinhas, doces, junk food mesmo, tá gente?

tumblr_inline_ngjbezJ4l01t6fuoo

Agora, por que você pode se dar a esse luxo do lixo? É porque, se você fizer o dia do lixo num contexto de dieta já citado e seu corpo estiver com um percentual de gordura baixo, o seu corpo tende a não acumular as gorduras ingeridas pelo lixo, ou seja, o corpo vai queimar calorias pelo simples fato de que esse tipo de alimento não faz parte da sua rotina.

 

É como se você desse um choque alimentar no seu metabolismo, acostumado a receber uma dieta equilibrada. O dia do lixo não apenas impedirá que seu corpo absorva as gorduras ingeridas como também o estimulará o gasto calórico. Isso ocorre porque pessoas com baixo percentual de gordura queimam mais gordura ainda quando consomem fast-food, por exemplo, ou qualquer outro alimento considerado “lixo”. E o responsável por isso se chama leptina, hormônio do tecido adiposo. Garota Proteína também é cultura, meu povo! A leptina incentiva a queima de gordura e, ironicamente, quanto mais gordura no corpo mais leptina você irá produzir. Quando baixamos a nossa gordura corporal, menos leptina produzimos. E é por isso que os gordinhos não se beneficiam disso, porque tudo indica que eles possuem um mecanismo que desenvolve resistência a ele.

tumblr_inline_mwo4ayX6GP1rynlhg

Mas que se entenda bem. Não é para sair por aí comendo tudo quanto é porcaria, achando que vai ficar musa fitness. BF baixo para uma mulher é considerado de 12% de gordura para menos, ok?

 

Por hoje é isso, tchau pessoal…

tumblr_inline_npon2nPj4O1qc22fu_500

PS: se você estiver a fim de aderir ao dia do lixo, antes de mais nada procure acompanhamento profissional com uma nutri ou médico endocrinologista de sua confiança. Combinado?

 

Foto: Reprodução/Web

 

instagram.com/margotmagazine

 

 

 

Eu sou o que como – Parte II

05 / 06/ 2015

 By Kelly Velasques

bela02

(Bella Falconi pra inspirar)

 

Quem acompanhou o post anterior, deve ter se preparado psicologicamente ao que vem por aí. Então, hora de irmos aos números. Vou exemplificar com um percentual para que todas possam entender.

tumblr_inline_ngjahpFX9r1t6fuoo

Os treinos transformarão o seu corpo em 30%, enquanto os outros 70% serão conquistado através de uma dieta elaborada (independente do tipo de dieta relacionada ao seu objetivo). Posso dizer que eu demorei muito tempo para compreender isso. Treino há mais ou menos seis anos e nos dois primeiros anos eu realmente não levava isso a sério, achava bobagem, “frescurinha”. Na minha mente, me exercitar era o bastante para chegar a um shape bacana. Eu queria crescer nessa direção e, de certa forma, até consegui, mas com uma péssima qualidade. Sabe aquele aspecto de cheinha de academia? Então.

 

Pois é, foi a esse perfil (que eu, particularmente não desejava, mas nada contra quem curte) que obtive através da soma entre academia + alimentação inadequada. Somente quando realmente aprendi a importância que tem “comer direito” que eu consegui visualizar isso no meu corpo. Com persistência, pude mudar migrar de um corpo “cheinho” para um shape mais fino e, ao mesmo tempo, robusto (na medida que eu queria para mim).

 

Posso dizer, e sem medo de admitir, que até hoje estou em um processo de modificação e buscando meu objetivo através da disciplina alimentar combinada ao meu treino na academia. Existem meninas que querem ganhar massa muscular sem comer, assim como aquelas que querem ser bem definidas comendo absurdos de alimentos ultracalóricos, como uma boa e bela pizza, por exemplo.

tumblr_inline_ngjh424A681t6fuoo

Gente, para tudo! O mundo fitness não vai salvar a alma de quem se joga rotineiramente no junk food. É por isso que eu estou aqui: para ajudar a todas vocês (com muito prazer, diga-se) a conseguirem acreditar que podemos nos reeducar para alcançarmos exatamente aquilo que queremos ser. Por dentro e por fora, se é que todo mundo me entendeu. Bye, bye!

tumblr_inline_ngjbnjvaU91t6fuoo

Repita comigo: eu sou o que eu como!

26 / 05/ 2015

 By Kelly Velasques

Para as cinturétes e marombinhas que me acompanham no grupo Tight Lacing e Fitness e para quem ainda não me conhece… 
Queria começar dizendo ques estou megafeliz com essa essa nova casa (ou seria uma espécie de academia virtual?), este cantinho para compartilhar com todas vocês as minhas experiências fitness e aventuras culinárias com minhas inseparáveis marmitas.

 

Mas aqui a gente vai ir mais além. Quero mostrar um pouco da minha rotina em busca de saúde, forma e bem-estar. Para quem curte, vai gostar de saber que também sou adepta do Tight Lacing (que é a prática do uso do corset  por um longo período –  não confunda com corselet), que possui importância na minha vida e que em breve vocês vão saber do que se trata com algumas dicas que eu vou dar para quem se interessar em descobrir um pouquinho deste universo que eu, particularmente, adoro.

juju abs

(pausa pra uma fotinho da Juju Salimeni, adoro!)

 

Agora quero começar um assunto que diz respeito a todas as meninas que estão cheias de vontade de atingir alguns objetivos bacanas para deixar o shape da forma que bem quiserem. Então vamos lá!!

 

Sabe aquele jargão “Você é o que come”?

tumblr_inline_ngjatbCQnA1t6fuoo

Então. Não existe frase mais verdadeira que essa, independente se você pratica atividade física ou não, é a alimentação que vai guiar e refletir o seu “shape” e, principalmente, a sua saúde.
Se você quiser ser uma magra saudável, por exemplo, alimente-se bem para isso. Ou se, curte mais um biotipo musculoso, vale o mesmo. O visual que você deseja vem de dentro para fora e será conquistado através de uma boa dieta (e isso vale também para quem está precisando ganhar uns quilinhos, tá gente?).

 

Vou dar um tempo para que vocês possam refletir um pouco sobre o que acabei de expor aqui e, no próximo post, vamos aos números? Aguardem, amores! Bye, bye!

 

tumblr_inline_nghkzcZlIq1t6fuoo

Imagens: Reprodução

Atenção, cinturétes e marombinhas: uni-vos!

16 / 05/ 2015

 By Kelly Velasques

 

Se você conhece essas expressões, não saia daqui, você vai se apaixonar. E, se você desconhece, está convidada a conhecer! A malhação entrou na vida de Kelly Velasques quando ela ainda era adolescente. Não tardou para que se apaixonasse por este mundo, já que sempre idealizou ter um corpo curvilíneo. Viciada em academia, corsets, alimentação regrada e em tudo que combine com saúde e beleza, a percepção estética da Garota Proteína passou a fazer parte do seu dia a dia e estilo de vida. Dona de uma cinturinha de 59 cm (sim, acredite!), ela já tem centenas de seguidoras na rede e percebeu que compartilhar seus segredinhos por aqui cairia bem.

Vale acrescentar que esta porto-alegrense tem 22 anos e já gasta algumas calorias atrás do Dudu, seu filho de quase dois aninhos. Esta mãe, blogueira e marombeira de carteirinha também é auxiliar de fotografia e assistente de produção de moda nas horas vagas.

 

12

topo

NÃO, OBRIGADO.