MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Looks plus size para você arrasar no 3º Margot Street

13 / 10/ 2016

 By Janice Piasson

Quem aí está louca para a chegada do dia 05/11? Esperamos com ansiedade pelo 3ºMargot Street! Um evento único, sustentável e colaborativo que mistura música , arte, decor, gastronomia, saúde e muita amizade!
Prepare seu melhor quimono (com franjas, de preferência), escolha um sapato bem confortável e se jogue nas inspirações abaixo para montar seu look. E não se esqueça do protetor solar e de muita energia para dançar, cantar e rever os amigos!

 

Shorts

Receita básica de sucesso.  Customizado ou destroyed, ele pode ser usado com bota de cano baixo, tênis ou rasteira.

looks plus size

 

Maxidress

Conforto master para o dia! Se apostar no estampado, saiba que as estampas étnicas, navy e florais miúdos estão com tudo. Mas um belo vestido de  crochê ou tricô também é bem vindo. Puro romantismo artesanal.
looks plus size

Coletes, quimonos e franjas

Use sem medo essas sobreposições. Elas remetem à moda hippie, folk, gipsy e vintage e dão um toque original e moderno em todos os looks.

looks plus size

 

Calça jeans

A boa e velha calça jeans não pode ser deixada de lado! Aposte no modelo flare que transpõe barreiras e sempre está presente na moda.

looks plus size

 

Chapéu

O evento começa ao meio-dia, com sol a mil ( São Pedro que nos ajude)! Então, nada melhor que um chapéu estiloso ou boné para nos proteger.

 

looks plus size

 

Top cropped

Com calça ou saia longa. fica o máximo! E sim, as gordinhas podem usar o que elas quiserem!

looks plus size

 

 

Vestido com bota

Uma maneira legal de usar essa combinação é fazer um contraponto entre o vestido e a bota. Por exemplo, vestido leve e fluido fica super bem com uma bota mais pesada.

 

looks plus size

 

Óculos, pulseiras e colares

Para finalizar a produção esses itens não podem faltar! Se joga nos acessórios porque eles fazem toda a diferença!

 

looks plus size

 

No meu ponto de vista, o que deve prevalecer é seu estilo próprio. É muito importante que ele seja mantido, pois é um reflexo de você. Mas aliar conforto e algumas das dicas acima só vai te deixar ainda mais gata e descontraída. Você está pronta para curtir um dia mágico e aproveitar tudo que este megaevento tem para te proporcionar? Eu sim!

 

Te vejo no 3º Margot Street!

 

imagem9

Fotos: Pinterest e arquivo pessoal.

Sobrancelhas de Diva

27 / 09/ 2016

 By Janice Piasson

Não há como negar, as sobrancelhas transformam o rosto e tornam o olhar muito mais expressivo. Sim, sou meio que obcecada por elas. Naturais e desgrenhadas como da Cara Delevingne, arqueadas e marcadas como as da Angelina Jolie, e até as finas e arredondas que marcaram uma época com Brigitte Bardot e Marilyn Monroe. Enfim, todas fazem a minha cabeça porque compõem a beleza do olhar. Todas, sem exceção. Mas nenhuma é tão bonita quanto a que mantém o formato real do seu rosto. Você pode pintar, iluminar, corrigir imperfeições, mas o contorno natural deve ser mantido para que haja uma sincronia fina e harmoniosa.

 

Mas vamos à minha história: por 6 anos, exatamente às 6:10 da matina (exceto finais de semana e feriados), iniciava um processo ardiloso e chato de pintar minhas sobrancelhas. Tudo começou num dia que tirei uns fios a mais (e fiquei quase sem). Eu corrigi com uma sombra marrom. Quando percebi que podia desenhar, eu passei a usar lápis. Até achar a melhor maneira, eu percorri um longo caminho. Lápis seco que não desenhava, lápis muito cremoso que escorria durante o dia, lápis pouco ou muito pigmentado…aff, que peleia!

 

Até que um belo dia me indicaram o lápis cremoso marrom da Mary Kay. E ele foi meu parceiro por 5 longos anos. Mas como nada é para sempre e nosso tempo é precioso, eu resolvi mudar. Cansei! Literalmente. Nenhuma mulher merece ter que pintar uma sobrancelha às 6:10 da manhã. Não desejo isso nem para minha pior inimiga. “Ah mas porque você pintava?” Porque me sentia bonita. E essa resposta por si só já responde a pergunta. Mas também porque tinha pouco fio. E porque o visual do rosto fica muito mais expressivo. E eu gosto disso.

 

sobrancelha-de-diva

 

Depois de pesquisar sobre as diversas técnicas disponíveis no mercado, escolhi fazer a micropigmentação fio a fio realista. É um processo feito nas camadas superficiais da pele com um pigmento mais suave, que sai depois de algum tempo. Dependendo da oleosidade da pele de cada um, pode durar até 3 anos. Esta técnica serve tanto para camuflar falhas como para criar um design natural.

 

A profissional inicia desenhando contigo o contorno de sua sobrancelha. Depois de pintar o ”esqueleto”, ela passa anestésico. Nessa hora dói um pouquinho, mas é bem suportável. Depois de 30 minutos ela começa os traços. E acreditem, quase dormi nessa hora. A primeira vista parece simples, mas não é. Iniciamos os trabalhos às 19:00 e finalizamos às 22:00. Portanto, vá sem pressa porque é um processo minucioso que deve ser feito com tranquilidade. E demora mesmo. Os cuidados pós-procedimento são simples: Bepanthol líquido algumas vezes ao dia e cuidar para não passar nenhum produto muito forte nela até que haja cicatrização completa.

 

É isso, Divas! estou muito contente com o resultado pois escolhi uma super profissional. Pesquisei os trabalhos anteriores dela, me informei muito e garanto: vale muito a pena! 15 minutos a mais de sono por dia. 1 hora e 15 minutos a mais de sono por semana. A pele agradece e meu humor também!


*Quanto custa? Em média,R$500.

 

Segue o link da pagina da Veri Kohler que eu super indico:

https://m.facebook.com/verikohler/

 

Beijos!

Jacket Bomber: um curinga para chamar de seu

15 / 09/ 2016

 By Janice Piasson

A jacket bomber foi inspirada nos uniformes dos pilotos da força aérea americana. No início, a padronagem era mais masculina e logo foi usada como uniforme do High School. Com a característica de ter o punho bem fechado com elástico, a cor predominante era o verde oliva, o branco e o preto. Mas esse hit já pode ser visto em diversas estampas e tecidos. Florais, animal print, brilhos e até peças bordadas compõem sem medo o modelo esportivo.

jaqueta-bomber  (1)

O sport chic, meio hi-lo tem o poder de dar um toque informal ao look. Amamos essa combinação que foge do óbvio e nos deixa modernetes! Com essa pegada este modelo de jaqueta se torna indispensável em nossos guarda roupas. Ela deixa aquela produção casual bem fashion e sem muito esforço.

jaqueta-bomber  (2)

 

jaqueta-bomber  (1)

Por ser uma peça versátil, ela cai bem com vários tipos de roupas e ocasiões. E nós amamos uma peça curinga no armário, não é, Divas?

jaqueta-bomber  (3)

jaqueta-bomber  (4)

E não pense em deixar esse artigo parado no closet porque o inverno está chegando ao fim… podemos montar produções lindíssimas para os dias de meia estação com tecidos mais leves. Eu já tenho uma jacket bomber para chamar de minha, e você? Te inspira nos looks que selecionei pra você e arrasa!

janes  (4)

janes  (1)

Onde encontrar jaqueta bomber plus size? Não exitem muito lugares que vendem não (apesar da trend alert ter bombado em fevereiro deste ano). Eis alguns: Chica Bolacha, Riachuelo, Forever21, Mercado Livre, Ashua.

 

Uma dica: procure na sessão masculina, eu sempre faço isso e garimpo peças muito legais! A minha é da Paludo e customizei com hot fix holográfico para dar um glam.

 

Beijos Divas!

 

Fotos: Web/Reprodução e Acervo Pessoal

Dica de make em 5 etapas para descomplicar a vida

02 / 09/ 2016

 By Janice Piasson

Como muitas pessoas elogiam quando uso essa maquiagem eu resolvi compartilhá-la com vocês! Marrom nos olhos, um batom acinzentado com fundo rosa e rímel, muitas camadas de rímel. Sim, essa é a make da minha vida!
Então bora aprender dicas preciosas para usar essa maquiagem tanto de dia como de noite?

dica-de-make-em-5-etapas-1

No dia a dia eu procuro usar um marrom mais claro no côncavo e pálpebra, que serve para dar profundidade ao olhar. Eu faço uma marcação com um pincel durinho e depois esfumo, trazendo para o centro. No canto interno quase não passo produto.

Depois disso, aplico lápis preto rente aos cílios inferiores, do meio para fora. O lápis bege na linha d’água garante um olho maior.

Finalizo com muitas camadas de rímel. Porque rímel é vida né?!Faço um leve contorno com bronzer e depois aplico um pouco de blush opaco em cima. Não curto muito a pele iluminada durante o dia. O batom eu vario, mas sempre uso algum que tenha uma pegada nude, acinzentada com fundo rosa.

Para a noite eu marco  mais o olhar e ilumino mais a pele. A maquiagem é a mesma, porém eu coloco um marrom mais intenso no olho e lápis em toda a linha d’água.

Também uso cílios postiços e delineador.

 

É isso aí mulherada, uma make fácil e rápida que é uma mão na roda para uma reunião de negócios, uma ida ao shopping ou um encontro com o boy magia!

 

Produtinhos usados:

– Primer Renew da Avon

– Base Efeito Matte bege 3 da Mary Kay

– Pó translúcido numero 2 da Vult

– Blush Una da Natura efeito bronzeador

– Lapis  de olho Toque de Natureza, compra aqui.

– Lapis Bege de olho da Panvel

– Batom Bala Hermione Pausa para Feminices (fotos 1,2,3 e 4), compra aqui.

– Batom liquido efeito matte Luanda Pausa para Feminices (foto 5)compra aqui.

– Rímel Efeito Colossal Maybeline

 

Beijos, Divas!

Look all black: o mais democrático, ever!

23 / 08/ 2016

 By Janice Piasson

O preto é, sempre foi e sempre será o eterno ícone da moda no mundo inteiro e adorado pelos mais consagrados estilistas. Yves Saint-Laurent já afirmou com maestria que “o preto simboliza a ligação entre a arte e a moda”. Concordam? Eu sim.

Look-all-black (4)

Mas antes de entrarmos no título deste post, que tal um breve passeio pela história da moda? Saiba que lá no século 19, a cor preta foi adota pelo vestuário da realeza, do clero, dos juízes e funcionários do governo em boa parte do solo europeu. Na mesma época, caía nas graças de poetas franceses, que começavam a beber da fonte do estilo neoclássico, que possui como tônica a discrição e a simplicidade. Na moda, o black color dá seu ar mais sublime no século 20 através das mãos da nossa revolucionária mademoiselle Coco Chanel, em um pequeno atelier parisiense. O pretinho básico, minimalista, definitivamente havia sido concebido em sua melhor forma.

 

“Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame.”
(Chanel)

Coco Chanel working Paris atelier 1962 by Douglas Kirkland

(Coco Chanel pelas lentes de Douglas Kirkland’s, 1962)

Mas, para além de Coco Chanel, o preto sempre revelou-se como importante papel na sociedade, fazendo eclodir movimentos e ditando tendências. Quem haveria de esquecer o movimento de luto manifestado na vestimenta da Rainha Vitoria, na Inglaterra? E como não mencionar da presença do preto na arquitetura inconfundível do estilo gótico? E eis que dos tetos abobados e arcos majestosos, o preto embarcou sem cerimônias para a moda nos anos 80. Deixou-se envolver pela rebeldia, pelo punk rock e muito, mas muito preto. O status dark foi suavizado com o passar dos anos e ganhou referências grunges, assimetrias e modelagens oversized.

Look-all-black (1)

A sofisticação do pós-modernismo traduz bem a aura do preto, emprestando a elegância certeira para a mulher (e homem) da atualidade. Prova disso é que sempre está presente nas coleções de grifes renomadas, seja no verão ou no inverno. Reinventando-se ou mantendo-se clássico, ele reina absoluto no segmento têxtil e calçadista. Mas por que esta cor impera nos pantones do mundo criativo há tantos anos e ainda se mantém comercial e atemporal? Será que é pela sofisticação e sobriedade a que ele é associado? Ou pela ilusão de ótica que ele cria, afinando a silhueta? Ou ainda porque é uma cor neutra que cai bem com todas as outras cores? Ah, e como não se lembrar da praticidade que cria para a vida moderna? Saímos de casa as 7:00 da manhã, voltamos as 23:00 e a cor está intacta e livre de manchas. A resposta é sim, para todas as perguntas! Tem como não amar?

Look-all-black (2)

Algumas dicas para montar um look all black:

• Procure usar acessórios que iluminem a produção. Eu gosto muito de usar o dourado, mas prata e pedrarias estão liberadas!
• O sapato pode trazer vida ao look e colorir seu uso traz leveza e graça. Válido para bolsa também.
• Carregue na maquiagem e prefira os batons fortes.
• Use o preto com sabedoria. Não pega bem escolher a cor para ser madrinha de casamento ou num batizado.
• E saiba que usar preto num calor de 40º graus pode fazer você suar horrores! Então se joga no all black porque o verão só começa em dezembro!

Look-all-black (5)

São muitos os significados associados à cor preta. Luxo, elegância, reverencia e rebeldia secreta… Muitos mitos, crendices e culturas que inspiram a moda no mundo todo. Essa cor tem um mistério único de nos tornar poderosas. Atemporal, transita de forma fácil entre a luz e o obscuro. É obra prima e arte. Moderna, claro.

 

Fotos: Reprodução e arquivo pessoal

Plus size: 5 motivos para você aderir às sobreposições

11 / 08/ 2016

 By Janice Piasson

Amo sobreposições! Ela nos permite mesclar estampas, tecidos e serve também para “camuflar” uma barriguinha, um braço ou ambas as partes! Sim, me amo e tenho uma autoestima elevada, mas tem roupas que não me deixam tão bem, como um vestido justo ou uma blusa de alcinha, por exemplo. As sobreposições nos permitem viajar ao mundo encantado e libertador da moda. Deixando o truque de esconder gordurinhas de lado, listei alguns motivos que enobrecem o uso de sobreposições:

 

1-  Permite a renovação: em tempos de crise, quem tem criatividade é rico. Aquela camisa jeans batida ganha novos ares com um vestido estampado ou uma legging. Sem contar que é super sustentável reutilizar roupas. O bolso e o meio ambiente agradecem!

2 – Protege contra o frio: sim, as sobreposições nos ajudam com as baixas temperaturas (megafuncional, né?). Aí minha amiga, as possibilidades tornam-se infinitas. O importante é testar! Quando saímos do automático abrimos novas portas ao imaginário.

3 – É democrático: a sobreposição fica bem em todo o tipo de corpo se soubermos definir bem as proporções de cada tecido. As cores não precisam ser coordenadas. Mas quando são, o look fica mais harmônico.

4 – É versátil: Podemos usar em qualquer ocasião dependendo da estrutura do tecido. Na malhação, no trabalho ou na balada. Claro que cada momento pede uma produção diferente. Uma dica para iniciantes: use tecidos mais lisos e sem muitos detalhes, assim fica mais fácil acertar.

5 – Rola mixar cores e texturas: prova disso é que marcas consagradas como Dior, Maison Margiela, Valentino, Fendi e Jean Paul Gaultier trouxeram para as passarelas, na semana de alta costura de Paris, um desfile recheado de sobreposições e possibilidades. Não é encantador? O inverno 2017 está cheio de ideias para você se inspirar.

sobreposição plus size

 

E eis que eu, que jamais havia imaginado, no auge dos meus cem quilos, usar um vestido justo, muito justo (estilo bandage) NEVER! Não gostava do que via no espelho. Mas graças à Kim Kardashian West (ou devo agradecer ao Kanie?) e um casaco de tricô bem comprido esse sonho tornou-se possível! Bingo! Senti-me linda, com estilo e mega confortável!

 

sobreposição plus size janes

 

E aí, quem quer acrescentar? Agregar? Adicionar? Anexar? Acrescer? Acumular? Ampliar? São tantos sinônimos, tantas ideias, tantas dicas e truques que me perco pela imensidão das sobreposições. Entre camadas e mais camadas de tecido que fluem livremente pela atmosfera da moda! Experimentar e se divertir, essa é a ordem.

 

Fotos: Reprodução web e arquivo pessoal

 

 

Manequim plus size: qual o teu Lado GG?

04 / 08/ 2016

 By Janice Piasson

Em tempos de overdose de instamodels saradas na sua timeline, que tal inverter um pouco esse fluxo e contemplar um outro nicho de mulheres, ou seja, aquelas que não são exatamente um cabide no qual as roupas caem com perfeição nórdica nem tampouco são movidas a treinos e dietas detox? Desde que a Margot Magazine nasceu eu acompanho os posts direcionados para o universo GG. Sempre aplaudi de camarote esta iniciativa da revista digital e, principalmente, sempre me identifiquei com essas postagens e com esse intuito de não polarizar a moda e a beleza em uma única categoria, contemplando também nós, as mais “cheinhas”, mas nem por isso menos apaixonadas por moda, make, comportamento, saúde.

 

post-janice-piasson-blogger-lado-gg-margot-magazine (2)

 

Eis que surgiu um convite mais do que especial das Margots para eu assinar um blog sobre tudo isso, voltado para o mundo GG (ou seria 3G, 4G, EXG?). Não importa! A moda pode sim, e deve, aliás, ser democrática e liberta de estereótipos e preconceitos. Porque o que vale é sentir-se linda e feliz. Sou assim como você: mera mortal que trabalha, cuida da casa e da família e que vive nos provadores da vida buscando aquela blusa perfeita que nunca serve no braço e pensando: “Por que comi tanta pizza ontem?”.

A saga pela busca da roupa perfeita é constante. Não vou mentir para vocês e dizer que encontramos roupas plus size em qualquer loja de esquina. Também é ilusória a ideia de pensar que todos os magazines tem numerações até 48 (quanto mais 50,52…). Isso ainda não é exatamente uma realidade tão acessível. A própria Renner criou a Ashua, marca destinada a mulheres grandes e curvilíneas. Mas vendem somente na loja virtual. Como se a tarefa de comprar pela internet fosse fácil. Para mim, não é. Eu, por exemplo, nunca sei se uso 48, 50 ou 52 (isso pode ser assunto de pauta, sim).

 

post-janice-piasson-blogger-lado-gg-margot-magazine (1)

 

Apesar do crescente número de e-commerces e marcas de roupas destinadas ao público plus size, ainda é pouco. Muito pouco. Mas não podemos nos entregar facilmente. Temos total direito de vestir aquela saia lápis ou até um croped! Por que não? Se te enche de alegria e te completa… já está valendo! Gurias que se identificam com essa via crucis que é a busca pelo look GG ideal, vamos nos abraçar e seguir juntas na batalha diária de achar peças descoladas, elegantes, atuais e…. extra grandes!

 

Porque o difícil fascina e o desafio pode ser superado! Quem nunca teve palpitações ao achar (depois de muito garimpar ) aquele casaco lindo e moderno num magazine? Ou aquele item que te serviu perfeitamente pois o tecido tinha elastano? É muita emoção poder estar na trend atual e saber que a moda pode (e precisa) ser DEMOCRÁTICA. É isso que quero dividir com vocês. A vida como ela é. Vamos trocar dicas, ideias e navegar pelo mundo de toda mulher, que tem uma Diva dentro de si. Seja ela gorda ou magra , tanto faz. Porque a beleza interna ainda se sobrepõe a externa. Mas isso não anula o fato de estarmos sempre de bem com o espelho, não é? Não quero moderações por aqui, me fala sobre o teu Lado GG também!

 

Beijos,

Jane

:)

 

Fotos: Acervo pessoal

 

12

topo

NÃO, OBRIGADO.