Acessar versão desktop

MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Saiba a diferença entre corset e corselet

Instagram

07 / 12/ 2016 em: 

 Fitness ; By Kelly Amado

Muitas meninas que me seguem no grupo Tight Lacing e Fitness e nas redes sociais sempre têm dúvidas sobre a diferença entre corset e corselet. Pensando em esclarecer um pouco esse assunto, para facilitar o entendimento sobre esses modelos, eu preparei esse post sobre a construção de cada peça e a finalidade delas e ainda vou explicar um pouquinho sobre as famosas cintas.

 

Corset

Construídos com tecidos resistentes (normalmente em sarja) em diversas camadas e com estrutura de sustentação de barbatanas verticais (hastes de sustentação, que antigamente eram feitas com ossos de barbatana de baleia) de aço inoxidável ou alumínio, os corsets (versão em francês da palavra espartilho) ou underbust (peça sem o bojo, abaixo dos seios) são amarrados nas costas por cruzamento trançado de cadarço acetinado que passam por ilhoses e podem ter ou não um fecho frontal que é chamado de busks (isso vai depender do modelo). A ideia é diminuir gradativamente as costelas flutuantes ao longo do tempo e, devido à estrutura da peça e à forte pressão que exerce no corpo, ajuda a moldar o tecido adiposo também, ajudando a modificar a silhueta e diminuindo a cintura. Essa prática de modificação corporal se chama Tight Lacing (ou laço apertado). Existem ainda outros tipos de corset que não são usados para prática, mas isso é capítulo para um outro post.

 

 

 

Gostaram da modelo da foto acima (kkk)? Essa sou eu modelando pra marca A’karolle e mostrando um dos passos para o fechamento do corset. 

 

Confeccionadas somente por corsetmakers especializados, essas peças são feitas sob medida e, geralmente, possuem em média 10 cm a menos que a cintura atual da praticante. Para pessoas que vestem tamanhos grandes, essa medida pode alterar, mas lembre-se: essa peça é exclusiva e não é vendida em grande escala, muito menos nas grades de tamanhos padrão, como P, M, G, GG ou 50+. Atenção: é de extrema importância consultar uma corsetmaker de confiança antes de iniciar a prática.

 

Até quando você vai adiar o “Projeto Cinturinha”?! Vamos resolver isso JÁ! 

Uma foto publicada por ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀Ferrer Corsets (@ferrercorsets) em

 

E antes que vocês se assustem com os valores dos corsets eu já adianto por aqui que os modelos têm um valor bem alto, pois a confecção demanda muitas horas de trabalho manual, além dos tecidos e aviamentos de alto padrão.      

 

Corselet ou corpete

Semelhante ao corset, mas sem a finalidade de modificação corporal (diminuição de medidas), o corselet é uma peça da indumentária (uma blusa estruturada) que tem como única função o vestir. Fácil de encontrar em qualquer loja do segmento de lingerie ou de moda em geral, são peças feitas para compor o look, dando a impressão de que o corpo está mais acinturado. Mas, vejam bem: é apenas uma impressão visual que não modifica em nada a cintura.      

 

#Corselet #Lindo #Vermelho #Sexy Uma foto publicada por VT Lingerie e Corselet (@vtcorselete) em

 

Não tão rígidos quanto os corsets, possuem barbatanas de plástico, silicone, aço oxidável ou muitas vezes sem barbatanas, fechamento por zíper ou ilhoses e são fabricados em grande escala com praticamente qualquer tipo de tecido e com menos camadas, ou até mesmo somente com uma camada que pode ser até mesmo de malha, renda, tule, etc. Muito mais acessíveis do que os corsets, eles são ideais para compor o look e usar no dia a dia em diferentes tipos de produções. Tem post com dicas de como usar aqui.

 

É importante entender bem a diferença entre os modelos, pois algumas marcas, infelizmente, tentam confundir os clientes e oferecem até mesmo peças produzidas com materiais mais frágeis e baratos, como se fosse um corset de alta qualidade e pelo mesmo valor de uma peça feita à mão e sob medida. Então lembrem-se: vocês nunca vão achar um corset pronto em uma loja para vender (ele é vendido somente sob encomenda), já o corpete pode ser encontrado em grandes magazines, boutiques, lojas de lingerie e sex shop .

 

Esses e outros modelos você encontra na nossa loja on-line www.cantinhodamodacorselet.com.br

Uma foto publicada por cantinho da moda corselet (@cantinho_da_moda_corselet) em

 

Cintas

Cintas são, assim resumidamente, “tubos de borracha” que moldam o tecido adiposo mas não têm efeito nenhum de afinar a cintura, nem visualmente como o corselet. A peça cumpre apenas a função de modelar a silhueta exatamente no mesmo formato da cinta, ou seja, se você tem a cintura quadrada, você vai continuar com a cintura quadrada, pois a cinta aperta com a mesma pressão em toda extensão em que ela encosta no corpo, ela não aperta mais na cintura e menos nos outros pontos. Facinho de entender, né?    

 

 

Indicadas para o pós-parto, pois dão aquela sensação de segurança (converse com seu obstetra), para manter a postura e também para usar sob um vestido de festa ou um look qualquer quando a gente deseja disfarçar a barriguinha (principalmente com vestidos de tecidos que marcam facilmente a cintura). As cintas também cedem e perdem a pressão em um curto período de tempo e não garantem aquele efeito milagroso que as Kardashians divulgam nas redes sociais. Acreditem, nas fotos que a Khlóe, Kim e Kylie costumam divulgar elas realmente sempre aparecem extremamente acinturadas, pois o corpo delas já tem esse formato, então sorry, vocês não vão conseguir o mesmo resultado usando uma cinta, então não vale a pena o esforço e muito menos ficar horas e horas por dia com cinta (ainda mais no verão, né minha gente), pois realmente não vai adiantar em nada – elas só vão fazer um pouco de pressão enquanto vocês estiverem usando e depois volta tudo ao normal.    

 

 

Tá, mas então pra que usar cintas? Como eu já citei acima, é legal pra usar em uma festa, para manter a postura, no pós-parto ou quando você quiser apertar a sua barriguinha para disfarçá-la, somente pra isso, ok?

 

Eu espero muito que vocês tenham gostado deste resumão esclarecendo a diferença básica entre as peças e vou terminar por aqui deixando alguns nomes de corsetmakers que eu super indico para quem quiser iniciar a prática do Tight Lacing.

 

Madame Sher
Ferrer Corsets
A’karolle
Jeronima Baco

 

Por hoje é só meninas, bye, bye.



SEJA NOSSA AMIGA!

FAÇA O CADASTRO NA TUA REVISTA DIGITAL FAVORITA E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES E SORTEIOS!


Instagram

Comentários

0

Comente

Você vai gostar também: