Acessar versão desktop

MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Tanque amigo: 8 dicas para economizar combustível

Instagram

22 / 01/ 2017 em: 

 Conexão MargotLifestyle ; By Redação Margot

Férias ficam melhores ainda se a gente puder fazer um pouco de economia. Ainda mais se for de combustível. Por isso, a Ford preparou algumas dicas que farão você sentir a diferença no tanque e no bolso. Para tirar dúvidas e falar mais sobre o assunto, o executivo João Filho, Engenheiro-chefe da Ford para América do Sul, está à disposição.

 

1 – Tanque amigo

Quem nunca deixou o tanque ficar na reserva? Mas saiba que este é um dos vilões do consumo do carro. Para ter uma ideia, os veículos com injeção eletrônica têm uma bomba de combustível que é refrigerada pela gasolina ou álcool. Quanto menos combustível tiver ali, menor será a refrigeração. Isso pode danificar a bomba. E aí, quando a bomba pifa, o carro para de funcionar e não liga mais.

 

Além disso, ao deixar o tanque com menos de ¼ de combustível, ou seja, na reserva, todas as impurezas e sujeiras ficam alojadas no fundo do compartimento e são transportadas para os bicos injetores quando o combustível está acabando, e isso pode entupir estes bicos, fazendo o motor falhar. O ideal é deixar o tanque cheio ou, no máximo, na metade de sua capacidade. Assim, pouco volume de ar fica armazenado no tanque do carro, evita a evaporação do combustível e não deixa a sujeira chegar nos bicos injetores, além de refrigerar a bomba. Uma dica certeira que pode fazer seu combustível render muito mais.

New Fiesta Azul

2 – Calibre os pneus

A pressão dos pneus abaixo do indicado no manual do proprietário faz o motor trabalhar mais e, com isso, há maior gasto de combustível. Isto acontece pelo aumento da área de atrito do pneu com o solo. De acordo com o instituto canadense Natural Resources Canada, por exemplo, rodar com até 8 libras abaixo do recomendado pode aumentar o consumo em 4%, além de reduzir a vida útil dos pneus.

Ford

3 – Desligue o motor apenas em paradas prolongadas

Outra maneira de economizar combustível é desligando o carro sempre que ele estiver inativo por mais de 60 segundos, por exemplo, quando se estaciona para esperar alguém. Manter o automóvel parado, com o motor ligado, por mais de 60 segundos, consome mais do que desligar o motor e ligá-lo novamente.

 

4 – Acelere e freie suavemente

Essa é uma prática importante em qualquer momento ao dirigir um veículo: evite acelerar e frear bruscamente ou sem necessidade. Uma condução agressiva gasta muito combustível – até 15% a mais na cidade, segundo o Natural Resources Canada. Mantenha distância do carro à frente, antecipe o tráfego e freie de forma suave. O sistema de injeção eletrônica corta a emissão de combustível ao motor quando o acelerador está liberado.

 

5 – Elimine o peso extra

Evite carregar pesos desnecessários e deixar muitas “tralhas” no carro. O peso da bagagem interfere no consumo de combustível. Dados da pesquisa canadense apontam que o consumo pode aumentar em até 1% a cada 25 kg carregados. A recomendação também vale para a instalação de bagageiros externos, já que também afetam a aerodinâmica e eficiência do veículo.

 

6 – Use o ar-condicionado com moderação

O ar-condicionado, em geral, utiliza a potência do motor e diminui sua eficiência. O instituto canadense aponta que, conforme o veículo, o ar-condicionado pode aumentar o consumo em até 20%.

 

7 – Observe as rotações corretas do motor

O tacômetro, conhecido popularmente como conta-giros, fica no painel do carro e indica as rotações por minuto (identificadas pela sigla rpm) do motor. Há, para cada marcha, a rotação mais adequada. Quanto mais o motor ficar fora do giro indicado, maior será a quantidade de combustível utilizado. No manual do veículo, também há a recomendação da velocidade ideal para fazer as trocas de forma mais eficiente.

 

8 – Motores eficientes

Hoje, muitos carros têm motores extremamente eficientes e a Ford tem uma gama variada desses propulsores que funcionam de maneira bastante produtiva tanto no etanol como com gasolina. É claro que uma série de fatores, particulares de cada carro, como o conjunto de motorização e aerodinâmica, influencia no gasto de combustível. Por isso, ao comprar um automóvel novo ou usado, é importante verificar o potencial por meio do Ranking do Inmetro, que informa sobre a eficiência em termos de consumo e emissões.

 

Há exemplos desde motores 3 cilindros 1.0 até a tecnologia híbrida, como o Fusion Hybrid, o carro mais econômico do País que utiliza um motor elétrico e outro à gasolina, que podem trabalhar individualmente ou em conjunto. O sistema ainda é autossuficiente: o motor elétrico é alimentado pelo de combustão e pelos freios regenerativos, que transferem a ele parte da energia perdida na frenagem. Com isso, obtém uma média de consumo de 20 km/l.

 

Foto: Ford/Divulgação



SEJA NOSSA AMIGA!

FAÇA O CADASTRO NA TUA REVISTA DIGITAL FAVORITA E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES E SORTEIOS!


Instagram

Comentários

0

Comente

Você vai gostar também:

topo

NÃO, OBRIGADO.