Acessar versão desktop

MODA

ACESSÓRIO

BEAUTÉ

LIFESTYLE

BLOGS

MARGOT STREET

Preocupações desnecessárias dos 20 e poucos anos (ou qualquer idade mesmo)

Instagram

07 / 08/ 2017: 

 By Bruna Schneider

Sempre tem aquele caso em que alguém comenta: “sabe o Fulaninho? Então, ele acabou de passar em um concurso com um salário de quase 10 mil reais por mês, isso logo depois de se formar e, olha só, ele tem apenas 25 anos!”. Tá, talvez eu esteja exagerando um pouco aqui. Mas quem nunca ouviu algo parecido e se perguntou: o que eu estou fazendo de errado?

 

 

Sim, nós vivemos em uma sociedade que premia, divulga e enaltece esse tipo de case de sucesso. Pessoas muito jovens, geralmente antes dos 30 anos, que estão no emprego dos sonhos, já estão quase casando, viajaram para mais de uma dezena de países e etc. Prova disso são aquelas listas do tipo “10 lugares que você precisa visitar antes dos 30”. Chato, né?

 

Mas não, você não é a única que não se enquadra nos exemplos fantásticos citados acima. Contudo, é natural criar preocupações desnecessárias. Cito algumas:

 

E se eu estiver na profissão errada?

Nós escolhemos o nosso futuro profissional muito cedo, antes de entrar na faculdade e com aproximadamente 17 anos. Decidimos fazer o que amamos ou simplesmente escolhemos qualquer coisa para não parar no tempo e continuar estudando. Tal decisão irá impactar o futuro das nossas vidas. Mas não encane: nunca será tarde demais para mudar de profissão e recomeçar de novo. Já escrevi sobre isso aqui.

Eu deveria ter viajado mais.

Quem não gostaria? O ponto é que viajar é caro, demanda tempo e bastante dinheiro, dependendo do destino que deseja visitar. Não use como régua a vida daquela blogueira que você segue no Instagram, pense na sua realidade, que é única, e planeje a viagem dos sonhos. Talvez ela seja mês que vem ou em dois anos. Mas coloque como meta e se esforce para realizá-la.

 

Por que eu ainda não tenho uma casa própria ou por que não comprei o meu carro?

Geralmente esta questão vem apoiada em um exemplo dos seus pais. Afinal, vamos combinar, a maioria dos familiares acima dos 40 geralmente comenta: “Eu, na sua idade, já tinha uma casa própria e meu próprio carro”. Aff. A nossa geração, e isso é comprovado, prefere investir o seu dinheiro mais em experiências do que em bens materiais. Bom, eu sou prova disso. Tenho zero vontade de comprar um carro. Por que gastar 40 mil reais, mais a grana do seguro, combustível e manutenção se posso contar com serviços de transporte muito mais baratos e com a mesma eficiência? Prefiro investir tal dinheiro em um bom jantar, em uma viagem, etc. Porém, se o seu desejo é construir algum tipo de patrimônio, foque e trabalhe por isso. Ah, e o principal: saiba que o seu tempo não é o tempo de todo mundo.

Meus amigos estão casando, tendo filhos, e eu aqui ficando para titia.

Antes de qualquer coisa, não tem problema nenhum em “ficar para titia”. Uma coisa que é bacana aplicar aqui (e em todos os exemplos acima) é que o padrão que a sociedade impõe não cabe, necessariamente, em sua vida. Casamento e relacionamentos não são sinônimo de felicidade para todo mundo. E, bom, sua mãe sempre teve razão ao dizer que você não é todo mundo.

 

 

E você, tem alguma preocupação que tira seu sono e você ainda nem chegou aos 30? Compartilha com a gente.

 

Leia também:

O que esperar da minha carreira

Vivi como uma instagramer por alguns dias

Por que o Instagram é a pior rede social para a saúde mental

 



SEJA NOSSA AMIGA!

FAÇA O CADASTRO NA TUA REVISTA DIGITAL FAVORITA E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES E SORTEIOS!


Instagram

Comentários

1

Comente

Um comentário em “Preocupações desnecessárias dos 20 e poucos anos (ou qualquer idade mesmo)”

  1. luizabrown disse:

    Me formei na escola como técnica em adm com ênfase em informática, dai virei artesã, depois fiz vestibular de designer gráfico mas também passei em ciências sociais na federal onde me formei bacharelada. Sem trampo na área, acabei indo trabalhar de vendedora em shopping até virar professora de projeto social. Engravidei, voltei pra família no interior onde acabei utilizando meu certificado de cabeleireira profissional e também trabalho com imóveis no momento.

    Bora fazer aquilo que nos faça bem, ir e vir quantas vezes for necessário.

Você vai gostar também:

  • Reflexões sobre a tão falada crise de idadeReflexões sobre a tão falada crise de idade Faço 23 anos essa semana. Não estou dizendo isso porque quero presentes e tal - mas não ficarei brava se me derem - e sim porque vi reações desse tipo:   - […]
  • A gente não sabe lidar com diferençasA gente não sabe lidar com diferenças Acredito que 80% dos problemas mundiais poderiam ser resolvidos se nós aceitássemos melhor as diferenças. É difícil, né? Diria até que é quase utópico afirmar que […]
  • Detox de início de anoDetox de início de ano As nossas vidas, assim como armários e gavetas, podem se tornar bagunçadas com o passar do tempo ao acumular pencas de coisas que ou não servem mais ou perderam a […]