Acessar versão desktop

Eu não consigo lacrar o tempo inteiro

Instagram

04 / 11/ 2017 em: 

 Margot na TPMNão Sou Obrigada ; By Bruna Schneider

Paro para escrever este texto para o Não Sou Obrigada. Já faz um mês que não publico nada por aqui e aproveitei a pausa para colocar algumas coisas em dia. As últimas semanas foram extremamente agitadas, em tantos sentidos, e aqui, ao escrever, penso no assunto que melhor pode render no blog. O que pode render um lacre?

que lacre

Quantas vezes, ao decidir o tema da publicação, penso nos futuros likes, comentários e compartilhamentos. Lembro daqueles posts que bombaram e de outros em que eu poderia ter tomado outro rumo. Poucas curtidas, sabem como é.

 

O fato é que esta decisão não se aplica apenas a um texto para o blog, mas para qualquer resposta dita em uma discussão, na escolha do look do dia, ao decidir o que postar no Facebook. O objetivo é o lacre. Lacrou, mores.

 

 

De tanto ter que lacrar e de ser obrigada a ter uma opinião sobre tudo, às vezes eu acabo ficando paralisada. Eu não consigo lacrar o tempo inteiro. Tem dias em que o delineador fica borrado, outros que o rosto fica nu, as discussões ficam sem resposta. O que fica depois, o sentimento de “por que eu fiz isso?” ou “por que eu não fiz melhor?”, acaba sendo inevitável. Mas a gente não precisa lacrar o tempo inteiro.

 

Esta necessidade de estar sempre plena e lacradora é mais uma necessidade que a gente acabou se impondo e, vamos combinar, completamente desnecessária. É muito melhor quando aceitamos que somos humanos e que isso significa poder lacrar, é claro, mas também errar, desanimar. E que lacrar é massa, mas estar #desmaiada é completamente aceitável.

 

Imagem: Pexels/Divulgação

 

Instagram

Comentários

0

Comente

Você vai gostar também:

  • A era do DeleteA era do Delete Quem de nós nunca teve vontade de deletar alguma coisa das nossas vidas, principalmente algo que já fizemos? Pode ser alguma frase mal dita na adolescência, um beijo […]
  • Vivi como uma instagramer por alguns diasVivi como uma instagramer por alguns dias Já comentei aqui no blog sobre o fato de tudo ser tão lindo e perfeito nas redes sociais. Seja pelo abuso de filtros ou de pessoas felizes, o fato é que o feed pode ser […]
  • Vinte e poucos anosVinte e poucos anos Nunca fui daquele tipo de pessoa que se pega reclamando da crise de idade. E olha que reclamo bastante. Mas, de certa forma, sempre gostei de “envelhecer”. Não sei […]